fbpx

BLOG

Curiosidades

Dicas e Curiosidades sobre o EuroRoma Ecomalha

Você sabia?

O fio de malha, também conhecido como trapilho, é produzido de forma upcyle, ou seja, através do reaproveitamento de retalhos de malha provenientes da indústria têxtil. Mas diferente dos barbantes, este produto não sofre manipulações durante a sua produção. Esta ação colabora com a gestão de resíduos das indústrias evitando que esses retalhos sejam descartados em aterros sanitários ou indevidamente no meio ambiente, aumentando seu ciclo de vida que através das mãos talentosas de nossas consumidoras, serão transformados em verdadeiras obras de arte.

A EuroRoma realiza a compra destes retalhos que já vem cortados em tiras, pois este material é um resíduo que sobra das laterais dos rolos de malha ao passarem nas esteiras das máquinas para secagem, estes retalhos também são chamadas de “rama”. Estes resíduos têxteis são separados manualmente por cores e estampas, são pré selecionados enrolados em novelos.

Para compreender as características deste produto é importante saber que a EuroRoma e outras marcas que comercializam o fio de malha sustentável, adquirem as ramas de diferentes empresas onde cada uma possui uma máquina regulada de forma diferente e um padrão de trama e composição, ocasionando assim a variação de espessura, elasticidade e composição.

Composição

A definição de malha nada mais é do que o entrelaçar dos fios têxteis, sendo esses sempre no mesmo sentido – ou todos na trama (horizontal). Malha não é uma definição do que esse tecido é composto, o mesmo pode ser apenas de algodão, como também pode conter elastano ou outras fibras.

Elasticidade

A elasticidade do fio irá variar de acordo com a malha produzida nas indústria têxteis, esta variação é super comum e artesãs que já possuem prática com este produto tem consciência destas características. Conforme a artesã adquire experiência com o fio de malha, ela saberá qual tipo de malha é apropriado para determinado trabalho.

Fios mais grossos e com menos elasticidade são perfeitos para cestos, tapetes e peças que precisam ficar mais rígidas e estruturadas. Já fios mais finos e com mais elasticidade são ideias para obter peças mais delicadas e com movimento, como bolsas por exemplo.

Espessura

O fio de malha não tem numeração padronizada ou espessura como o barbante. Os fios são realmente do reaproveitamento das sobras das malharias. Para produzir um fio de malha com a espessura e composição padrão seria necessário utilizar matéria-prima virgem, contrariando a essência da EuroRoma que é produzir e comercializar produtos voltados a sustentabilidade sem comprometer as gerações futuras. Outra observação sobre a produção de fio de malha a partir de matéria-prima virgem é que o custo final do produto se tornaria mais alto para o consumidor.

A espessura do fio também pode ter uma pequena variação dentro do mesmo cone. Esta característica é comum e quando as artesãs encontram esta variação, costumam realizar o corte e arremate do fio.

Outra dica importante na hora de adquirir mais de um novelo para compor uma mesma peça é observar através de sua embalagem transparente, se a espessura dos fios são similares. Pois se utilizar fios com uma grande diferença de espessura, a sua peça pode sofrer uma alteração de tamanho a partir da troca do fio.

Cores

As cores não são definidas pela EuroRoma, os retalhos são resultado dos cortes durante a produção de moda ou decoração das indústrias têxteis, desta forma, não há um controle sobre as cores que recebidas. Por esta razão, o EuroRoma Ecomalha não possui uma cartela de cores fixa, mas o lojista pode adquirir este produto por família de tons. Os tons que o lojista receberá poderá variar dentro do fardo. Ex.: O lojista adquiriu um fardo de 3012 tons de verde claro, dentro deste fardo poderá ir 6 tonalidades diferentes de verde claro.

Algumas cores especificas são mais difíceis de encontrar nos armarinhos já que a disponibilidade destas cores sofre influência das estações e tendências de moda e decoração.

Os artesãos sabem que para garantir a mesma tonalidade no barbante, precisamos adquirir o mesmo lote dos fios, mas o fio de malha não segue esta regra. Não há garantias que você encontrará uma mesma estampa ou tonalidade em mais de um novelo, pois o fio de malha é um material 100% reaproveitado e as tonalidades podem variar.

Encare esta característica do produto como um desafio positivo e um verdadeiro incentivo à sua criatividade. A dica é optar por trabalhar com cor única apenas em peças pequenas, onde você possui a certeza que o material será suficiente para finalizá-la. Para peças maiores, abuse das cores, faça carreiras alternando tonalidades ou combinando com a versão estampada. Por isso, quando encontrar uma nova receita não se preocupe em encontrar aquela mesma cor, faça do seu jeito e com a combinação de mais lhe agradar.

Emendas

Quando é encontrado emenda em um novelo de fio de malha, quer dizer que apenas um retalho que foi reaproveitado não possuía comprimento suficiente para completar um cone, desta forma, foi necessário emendá-lo até adquirir a metragem mencionada na embalagem do produto. Esta característica pode acontecer em outros produtos similares, inclusive em demais marcas do mercado. Estas emendas podem ser costuradas (que já vem da indústria que produz a malha que realizam a costura no momento do beneficiamento) ou com nozinho. Muitas vezes, estas emendas têm cores que contrastam com a cor do fio propositalmente para que a indústria têxtil possa identificar com facilidade a emenda do rolo de malha.

Quando ocorre isso, cabe à artesã providenciar para que estas emendas sejam ocultadas por dentro dos pontos de crochê ou realizar o corte e o arremate desta emenda, assim como realizamos com o barbante quando trocamos de cor, por exemplo. O nó de tecelão é uma maneira incrível de emendar fios, ideal para fios mais finos. Aprenda assistindo este vídeo com o professor Marcelo Nunes.

Agulha Ideal

Devido a sua variação na espessura e elasticidade, é preciso sempre avaliar qual agulha se adapta melhor ao fio, garantindo assim, mais conforto durante a execução de cada trabalho. A variação geralmente acontece entre agulhas de 7mm até 12mm.

Como o fio de malha é mais grosso, ele acaba sendo um pouco mais pesado na hora de trabalhar, por esta razão algumas artesãs optam por segurar a agulha de uma maneira diferente. Geralmente, é ensinado a segurar a agulha como uma caneta, mas no fio de malha muitas artesãs seguram ela por cima e com a mãos fechada, dando assim, maior sustentação e força para executar o trabalho.

Outras Características

Durante a produção da malha dentro da indústria têxtil, no processo de secagem é necessário esticar o tecido. Os furinhos que você pode encontrar ocasionalmente na malha são resultados deste processo, onde suas laterais são presas por grampos para manter o tecido esticado ao passar pela esteira. Estes grampos são responsáveis pelos furinhos, e na maioria dos casos é por conta desta característica que esta parte do tecido é cortada e descartada, gerando assim este material chamado de fio de malha.

Dica Importante

É importante sempre ler o rótulo dos produtos, independente do segmento, pois nele contém informações relevantes e sua principal função é comunicar sobre as características do mesmo. Guarde o rótulo pelo menos até o fim do uso em seu trabalho, assim mediante a qualquer dúvida, poderemos realizar um rastreamento e solucionar a situação da melhor forma possível.


Atendimento EuroRoma:

Caso possua qualquer dúvida referente a este ou outros produtos da família EuroRoma, você pode entrar em contato conosco através das nossas mídias sociais, ou pelo e-mail atendimento@eurofios.com.br


Anterior

Saia de Crochê Fiore

Próximo

Amigurumi Gato Félix

Confira as novidades do canal Crochetando com EuroRoma

Comentários

  • Vanderli

    Lindos trabalhos e uma terapia para nós

  • Maria Cristina Coutinho

    Amo os produtos da EuroRoma. Os trabalhos ficam perfeitos. Super indico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *